Barca Viking no Playcenter, a emoção dos mares!

Escrito por

E aí pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vamos navegar pelo o nosso #tbt na companhia de uns vikings bastante divertidos numa memória do Playcenter que com certeza muita gente curtiu, e que passou de geração em geração seus momentos nela vividos. Será que já deu pra perceber de qual atração estamos falando?

Pois é, estamos falando dela, a Barca Viking, uma atração clássica nos parques de diversões e que não poderia ter ficado de fora tanto do Playcenter, lá na Barra Funda e que marcou na lembrança de muitos, inclusive com o seu clássico bordão “bota pra subir”, quanto aqui em nossas memórias do blog.

Ela chegou no parque no início dos anos 80, vinda da Itália e na época teve a sua estreia na Unidade Móvel, então instalada no BarraShopping, no Rio de Janeiro, (aquela que já mencionamos aqui no Blog quando falamos da montanha-russa Colossus), mas ficou pouquíssimo tempo por lá, até chegar e ficar em definitivo no Playcenter da Barra Funda.

Sua fabricação era italiana pela a SDC Rides, famosa fabricante da época e foi uma das maiores barcas do país em capacidade de atendimento de público, ela comportava até 54 visitantes, poderia ir toda a turma da excursão juntos e durante o seu balanço poderia chegar a uma altura de até 13,5 metros, era muita emoção para os corajosos que disputavam em ir nas últimas fileiras de cada lado, a famosa “ponta”. Ufa!

No início, ela ficou montada onde nos últimos anos estava a entrada do parque, pois naquela época quando ela chegou, ainda não existia o Splash e ali ficou até meados de 1988, quando com o projeto de implantação dele, ela foi remanejada e instalada no interior do seu percurso, ficando de forma integrada na ambientação e com um visual bastante interessante, pois sua estrutura parecia boiar sobre o lago paralelo ao canal onde os botes navegavam após a queda do percurso. Por lá, funcionou até o encerramento do parque em 2012.

Ficou com saudades? Que tal curtir toda a emoção dos barcos piratas disponíveis no Playland Osasco e também no Playcenter Family? São versões menores, mas que garantem muita diversão para toda a família.

Filipe Defacio
Marketeiro, social media e há mais de 25 anos entusiasta por parques de diversões, principalmente pela história do Grupo Playcenter.

Posts relacionados

Uma história chamada Playcenter

O ano era 1973 e naquela época a cidade de São Paulo era bem diferente da cidade que conhecemos nos dias de hoje. Era um dia qualquer, uma sexta-feira e os jornais mostravam...

LEIA MAIS

TBT: Monga – A Mulher Gorila do Playcenter

No início dos anos 70 o Grupo Playcenter inaugurou um Parque que ficou marcado na história da cidade de São Paulo e no coração de milhares de brasileiros, nascia naquela época o “Playcenter”,...

LEIA MAIS

TBT: Gigantona, a roda-gigante recordista do Playcenter

O Grupo Playcenter ao longo de seus 50 anos tem proporcionado as melhores emoções tanto para as crianças quanto para os adultos e, com a missão de sempre surpreender, para o aniversário de...

LEIA MAIS

Deixe seu comentário

    Ir para o topo

    Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Clique em aceitar ou leia nossa

    política de privacidade.